Colunistas

Um Brinde ao Conhecimento!

Por Daniel Nascimento,

Champagne é a bebida que nos traz a emoção da comemoração de conquistas, vitórias, brindarem momentos especiais e muito consumidos nas festas de fim de ano para simbolizar um recomeço. Mas você sabe o motivo do nome e como esse estilo de vinho surgiu?

Produzida há séculos, o espumante tinha a fermentação interrompida naturalmente no inverno e iniciava novamente na primavera, quando ocorria à fermentação de gás carbônico na garrafa e elas eram estouradas. A partir do século XVII, um monge francês revolucionou a maneira de produção no qual acertou como controlar o processo de fermentação que passou a ser chamado de champenoise.

Essa descoberta aconteceu na região de Champagne, na França, e o nome dado à bebida e ao método utilizado na elaboração foi em homenagem ao lugar e se tornou uma Denominação de Origem, na qual apenas os espumantes produzidos lá podem receber este nome.

Os champagnes são feitos exclusivamente das castas Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Munier em um terroir com solo extremamente pobre e clima chuvoso, que forma um cenário perfeito para o cultivo de uvas e produção de espumantes de alta qualidade conhecidos no mundo todo.

No século XIX este tipo de vinho começou a ser consumido em grandes festas de cortes européias e ganhou fama de bebida para celebrações. Com o tempo passou a ser produzido em vários países onde recebeu outras denominações de origem, como o Prosecco, na Itália, também reconhecido pelo nome da região, e a Cava na Espanha, que é a única que não possui uma demarcação, mas 85% pertencem à Catalunha.